domingo, junho 15, 2008

Falanstério 62 - Nus Pedalamos, Nus Lutamos!

A massa é forte. (foto: Flecha)

Como foi divulgado aqui antes a Bicicletada Pelada aconteceu. Conhecida mundialmente como WNBR (World Naked Bike Ride) é um passeio de bicicletas, onde ciclistas se reúnem e desfilam nus ou semi-nus para pedir mais respeito e visibilidade no trânsito.

Arte no corpo. (foto: luna rosa)

Em São Paulo foi a primeira vez que esse evento ganhou força. Dois anos antes 3 ciclistas tentaram um protesto, mas devido ao pequeno número não atingiram um grande público. Agora com a força da Bicicletada mensal e de um aviso prévio da grande e espalhafatosa mídia conseguimos fazer um evento massivo.

O cartaz diz tudo.

Por volta do meio-dia cheguei na Praça do Ciclista, que tinha mais policiais e repórteres do que ciclistas. Encontrei minha amiga Thomé da BAND que me entrevistou, o camarada Pasqualini que mais tarde ia ser o grande alvo da polícia, a maravilhosa Falzoni e outros companheiros ciclistas. Além da cavalaria da PM, CET e imprensa.

A grande mídia estava lá.

Cada minuto que passava mais gente chegava na Praça. Muitos ciclistas iam chegando, mas muitos curiosos e populares também se juntavam a massa. Quando o pessoal do Pânico chegou com o casal presidenciável causou um tumulto. Mas não entre nós ciclistas e sim aos populares que queriam tirar fotos com eles e aparecer diante da TV. Nós fazíamos nosso trabalho de sempre. Distribuíamos nossos panfletos, passamos nossa mensagem. Nos despimos aos poucos e nos pintávamos, colocando as mensagens em nossos próprios corpos.

A massa passa. (foto: Flecha)

No começo sofremos uma pequena ameaça da polícia: "Mostrou genital, vai preso!". Lógico que ninguém ia fazer isso ali na praça parado e sim durante a pedalada. O momento da partida ia se aproximando saíriamos às 14 horas. A praça nunca esteve tão cheia, ciclistas se misturavam e não dava mais para saber quem era quem, apenas sabia quem era mesmo do movimento aqueles com corpos pintados e poucas roupas. Máquinas de foto e vídeo se multiplicavam, era um big brother ao ar livre.

Menos CO + CU. (foto: luna rosa)

O aquecimento começou pontual. Demos a nossa tradicional volta na praça, mas já sentia que esse pedal seria conturbado. Um carro da CET dificultava a volta completa e nós ciclistas tínhamos que desviar dele. Além da presença de policiais ciclistas, também tinha a "escolta" de motoqueiros da ROCAM e viaturas policiais. Na última vez que tinha todo esse aparato, no Dia Mundial sem Carro 2007, os policiais foram agressivos e causaram confusão. Para mim isso não era um bom sinal.

Vários carros a menos. (foto: luna rosa)

Por volta das 14:15 começamos nosso trajeto pela Avenida Paulista. A idéia era pedalar pela avenida, indo e voltando. Mas a grande presença da impresa, com fotógrafos no meio da massa e seus carros de filmagem passando entre a gente e com os motoqueiros policiais nos forçando ocupar duas faixas o trajeto ficava complicado. Mas pelos menos os semáforos eram fechados e podíamos passar tranquilamente pela rua.

Elas também estavam lá. (foto: luna rosa)

Pedestres que estavam na calçada, atravessando a rua e até mesmo motoristas da pista ao lado, possuíam um olhar curioso, mas apoiavam com gritos de incentivo, aplausos e um imenso buzinaço. Os ciclistas com bastante calor (fazia cerca de 34 graus na cidade) iam ficando cada vez mais à vontade e ficando completamente nus. Aí sim o evento ficou naked. Homens e mulheres completamente pelados na Avenida Paulista. Liberdade no pedal, liberdade total.

"Pimenta na comida". (foto: André Penner/AP)

O pessoal do Pânico pode até atrair muita gente, mas eles atrapalham um pouco. O carro da RedeTV andava pelo corredor do ônibus e nenhuma "autoridade" pedia para pararem. O mesmo carro acabou derrubando um repórter que estava filmando o passeio. Exemplo claro do que acontece nas ruas de SP diariamente.

Essa foi nossa "escolta". (foto: André Penner/AP)

Tudo ia tranquilo, cerca de 350 ciclistas sendo que 10% deles estavam completamente nus. Surgiu um boato que a polícia iria prender quem estava pelado, nos juntamos rapidamente e deixamos os peladões no meio da massa, para que não chamassem muita atenção. Mas chegando no MASP a confusão começou. Provocada mais uma vez por aqueles que deviam POLICIAR e deixar tudo pacífico. O ciclista André Pasqualini que antes estava com uma tanga com revistas masculinas ficou pelado. Nisso o nosso querido e preparado Major Benjamim foi para cima dele e deu voz de prisão. A massa ficou incoformada e protestou, puxaram o André com força, nós conseguimos pegar a bicicleta dele e nesse instante o experiente Major Benjamim jogou gás de pimenta nos ciclistas-terroristas-pelados. Além de alguns cassetetes sendo utilizados nas costas dos pelados. Pasqualini foi jogado dentro da viatura e levado para a 78 DP dos Jardins. Alguns camaradas tentaram seguir a viatura, mas com as grande ladeiras da região não foi possível. O mais curioso que tinham vários pelados, mas só pegaram um, porque?

Todos na delegacia.

Eu fui um dos que tomei gás de pimenta. Não foi nada demais, apenas uma vontade de vomitar. Naquele momento de agressividade dos policiais, o passeio mudou de trajeto. Procuramos saber em qual delegacia ele estava e nos juntamos. Cerca de 150 ciclistas foram rumo a Rua Estados Unidos, esquina com a Rua Augusta para protestar. Os outros não acompanharam, ou porque estavam com muito gás no corpo, ou porque estavam com crianças pequenas.

Munição pesada contra ciclistas nus. (foto: Flecha)

Lá fomos nós. A escolta ainda nos seguia. O André me contou que chegando na delegacia ele falou para o delegado que daqui a pouco ia aparecer um monte de ciclista na frente da DP. Ele disse que na Parada Gay prenderam um monte e ninguém desceu. Então o André respondeu: "A Bicicletada é diferente". E somos diferente mesmo. Logo depois aparecemos lá, junto com a grande mídia. Com gritos de protesto como "O delegado, libera o pelado" e " Pimenta na comida" fizemos nosso barulho. Parece que os policiais ficaram com medo e chamaram reforços. Aí apareceu um arsenal de guerra. Cinco viaturas do GOE (Grupo de Operações Especiais) com fuzis, submetralhadoras e armas calibre 12. E isso tudo contra ciclistas pelados!!! Impressionante. E o nosso brilhante Major Benjamim, perguntando pela imprensa, porque usou o gás de pimenta, respondeu: "A Bicicleta é uma arma". Sim, muito perigosa a simpática magrela. Milhares morrem por ano devido a bicicleta. Acho que ela cai do céu e a mata as pessoas, que magrelas cruéis.

"Não me mate".

Depois do barulho da massa, ela voltou para a Praça do Ciclista. Alguns ainda ficaram na delegacia para esperar o André. No final quase todos dispersaram e eu e o Aylons mais a imprensa ficou até ele sair, juntamente com dois ciclistas advogados. André foi liberado, após assinar um termo com a acusação de ato obsceno. Sei que ele teve apoio de muita gente de peso. Deu sua versão para imprensa. Eu, ele e Aylons fomos comer uma pizza e ainda encontramos mais três camaradas ciclistas.

Nunca iremos parar. (foto: luna rosa)

Esse foi o primeiro de muitos passeios pelados em São Paulo. Ano que vem tem mais e iremos fazer uma festa maior ainda. Nossos direitos estão na lei e devem ser cumpridos. Pedimos respeitos e mais infra-estrutura. E daqui há duas semanas temos a nossa tradicional Bicicletada. Nunca vamos parar, nunca vamos desistir, com gás ou sem gás, com roupa ou sem roupa iremos pedalar e passar a nossa mensagem para todos aquele que quiserem ver e ouvir.

E o delegado soltou o pelado.
Nem toda nudez foi castigada - me leva Brasil
Onipresente Ausente
Pelados na Paulista - transporte ativo
World Naked Bike Ride - meninamalouca
Pelados da Bicicleta - novo-Mundo.org
WNBR São Paulo - uruca
Ciclismo nudista e a bicicleta como meio de transporte em São Paulo - br.br101.org
Brazil: World (not) Naked Bike Ride - Global Voices
São Paulo's First Naked Bike Ride - Made in Brazil
Pedalada Pelada - gira
Pedalada Pelada em São Paulo - Quem mentiu? - Tessie
Pedala, pelada, pelada! Blog do Me Leva Brasil (Fantástico)
Bicicletas viram caso de polícia - Blog Me Leva Brasil
World Naked Bike Ride ou a Pedalada dos Pelados
World Naked Bike Ride - Os Ciclonudsitas - Passageiro do Mundo
Cicletada ciclonudista en Sao Paulo, Junio 2008 - Arriba e la Chanca
World Naked Bike Ride - Eu estava lá! - SP Gay Bikers
a pedalada pelada chegou pra ficar - contra ponto e fuga
Pedalada dos Pelados - Pedalante
World Naked Bike Ride - São Paulo - BIGSP
A moda agora é, é pedalar Pelado - Blog Pra falar de coisas
Notas de Segunda Feira - O Malfazejo




5 comentários:

PEDALANTE disse...

Brilhante texto...
Tô adorando as guerras dos números.

Mídia I, ops, de quem cara pálida? ( vc colocou o fantástico e tb o cara da revista capricho, rs,rs,rs)

Até dia 27

p.s. ainda tenho muitas dúvidas, sobre todos os acontecimentos de sábado.

Anônimo disse...

bacanna

Passageiro disse...

Muito bom o seu texto, nao tão amplo como o meu, mas escrevi muita coisa que vi na mídia, não estava lá, mas no ano que vem prometo estar.

Thaiane disse...

uahuahuahauhau!!!!
rapaz, deu oq falar essa sua "bicicletada" deve ter sido muito engra�ado pelados pedalando!!
kkkkkkk
bjus, no ano q vem vou ver como �!
rsrsrsrsrs

Mariana Ramos disse...

pra que a policia precisa prender rapazes tão gostosos????
o la em casa em..........
:D